HyperaHub contrata 12 startups para execução de projetos piloto

Com mais de 200 inscritos no programa HyperaHub e 40 selecionados para o Pitch Day, o programa de Inovação Aberta Conexão selecionou as 12 startups para execução de projetos pilotos.

Ao longo do programa, 203 startups se inscreveram para 10 desafios. Destas, 40 foram selecionadas para o Pitch Day e 16 encaminhadas para a fase de imersão em que co-criaram um piloto com o time da Hypera Pharma, uma das maiores empresas farmacêuticas brasileiras. Após essa última fase, 12 das startups seguem para executar o projeto piloto em um ambiente operacional, técnico e comercial da companhia.


As 12 startups selecionadas estão focadas na resolução dos seguintes 11 desafios divididos entre Corporativo, Novos Negócios, Operações e Business Units, com:

  • Novos Produtos, Serviços ou Canais de Venda

  • Novas tecnologias para inovação em produtos

  • Automação do controle de produção em Sistema Puxado

  • Sistema de Gestão da Capacidade Fabril

  • Gestão de pessoas por linha de produção

  • Modelos preditivos para acelerar pesquisas em P&D

  • Sugestão de Pedido Perfeito ao Consultor de Vendas

  • Gestão de investimentos em mídia por sell out

  • Otimização de investimentos em Marketing

  • Gestão de Metas e Desempenho

  • Chatbot para RH

Nesta fase, os 12 projetos serão testados e acompanhados durante 3 meses para, assim, validar sua aderência às necessidades da empresa. As melhores poderão ser contratadas como parceiras ou fornecedoras.


Para Vivian Angiolucci, diretora executiva de Planejamento Estratégico da Hypera Pharma, “A inovação aberta, além de transformar a cultura de execução de projetos, acelera  a evolução de nossos processos. O engajamento de todas as áreas foi massivo. Mesmo num momento de distanciamento, mantivemos as agendas on line e iniciamos os pilotos. Agora, o foco está em fazer acontecer os pilotos com qualidade e iniciar a captura de resultados. Alguns projetos transformarão a forma de operarmos nossos processos”.


A qualidade das startups e o engajamento da organização foram fatores decisivos da trajetória até esse momento. Segundo Maximiliano Carlomagno, sócio-fundador da Innoscience – consultoria responsável por operacionalizar o programa em conjunto com a Hypera Pharma – “a empresa se envolveu de forma incrível, desde a alta gestão até as áreas de apoio para transformar dores de pacientes e problemas de negócios em projetos reais mesmo em meio à pandemia”.

Artigo originalmente publicado em Innoscience.